Procurador Geral da República tem o poder monocrático e político sobre a “lista de Fachin” – Luis Nassif

O jornalista Luis Nassif comenta a divulgação da lista de investigados publicada pelo ministro do STF Edson Fachin. Para ele, o Procurador Geral da República passa a ter o poder monocrático – e político – de acelerar ou retardar investigações.

Vídeo do Jornal GGN.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s