Resumo do 139º Democracia no Ar

Ouça agora os principais destaques do dia de hoje!

O ex-presidente Lula fala da relação promíscua entre a imprensa e o judiciário e acusa o juiz Sergio Moro de haver vazado conversas privadas de Dna. Marisa com seus filhos.

Se Lula não cometeu os crimes de que o acusam, como a imprensa vai prestar conta aos seus leitores e ouvintes? Em depoimento ao juiz, Lula cobra de seus acusadores mais seriedade para não dar vez a especulações na imprensa.

No depoimento a Moro, Lula nega saber dos desvios da Petrobras e diz que Moro, que mandou grampear o doleiro Youssef, é que deveria saber melhor que ele. Lula diz que ninguém sabia dos desvios da Petrobrás. “Só ficamos sabendo quando grampearam o Youssef”

A perseguição da imprensa e da justiça contra Lula tem um nome: Lawfare, que é a fabricação de acusações sem provas e o abuso do direito jurídico para prejudicar a reputação de alguém com fins políticos. .

Lula agradece ao público presente ao ato em Curitiba e afirma que a sua relação com os manifestantes não é de candidato e eleitor, e sim de companheiros.

Exclusivo: correspondente internacional do DNA-RRD, Tebni Pino Saavedra, comenta direto do Chile o impacto do depoimento do ex-presidente Lula na imprensa sul-americana.

O jornalista Luis Nassif critica duramente a perseguição a Lula e responsabiliza os algozes do ex-presidente pela morte de Dna. Marisa Letícia

O Jornal da CUT de hoje destaca a resistência vitoriosa em Curitiba!

O cientista político Paulo Sérgio Pinheiro diz que estamos vivendo no Brasil uma escalada autoritária. A decisão de fechar o Instituto Lula é um atentado contra o direito de associação e um ato de perseguição ao ex-presidente da República.

Na Câmara dos Deputados, a CPI da FUNAI-INCRA está sob a suspeita de favorecer latifundiários. Ativistas afirmam que o objetivo final é acabar com os órgãos de proteção de índios e trabalhadores rurais, E depois de 25 anos, um militar vai chefiar a Funai.

Deputados aprovaram o relatório da Reforma da Previdência que retira direitos e prejudica quem ainda sonha com a possibilidade de se aposentar. O deputado Pepe Vargas, do PT-RS, criticou a arbitrariedade contra os cidadãos que não tiveram acesso à Câmara.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s