Resumo do 160º Democracia no Ar

Os principais destaques do dia de hoje!

Junho de resistência: no próximo dia 20, grande mobilização em todo o país. E prepare-se, dia 30, nova greve geral!

O novo líder do PT no Senado, Lindberg Farias (RJ), declara em discurso no plenário do Senado Federal, que o governo ilegítimo de Temer acabou.

Senador Roberto Requião diz que Pacto Social estabelecido pela Constituição de 1988 está sendo revogado pelo rolo-compressor das antirreformas – que cancelam garantias e direitos dos brasileiros.

Senadora Benedita da Silva (PT-RJ). afirma que nunca defendeu a violência, pois acredita na palavra de Jesus Cristo. A sua luta é contra as injustiças e contra o golpe.

O Deputado do PSOL-RJ, Glauber Braga, cobra um posicionamento claro do PSDB sobre Temer e desafia qualquer deputado a defender que o ilegítimo não deva ser afastado.

O jornalista Francisco das Chagas Leite Filho pergunta aos ouvintes se após a cassação da chapa Dilma-Temer, Aécio Neves se tornaria presidente, já que muitos apoiaram a ação do senador tucano afastado.

O também jornalista Eric Nepomuceno fala a verdade sobre Aécio Neves: o senador tucano é um cafajeste provinciano que em sua sanha ‘Para encher o saco do PT’, destruiu o Brasil.

E na Agenda de hoje: Lançada a Campanha DNA-RRD – Carta Capital. Se você é a favor da Mídia Democrática, una-se a nós! Assine por apenas R$ 390,00, em até 10 vezes no cartão, a Revista CartaCapital.

Clique aqui para assinar a CartaCapital

anuncio-cartacapital-1

facebook2

Clique aqui para curtir nossa página no Face!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s